VALE-CULTURA

Notícia divulgada no jornal O Progresso, da última quinta-feira, destacava a ação do governo estadual de conceder um vale de 100 Reais para que os professores de nossa cidade e região adquirissem livros no VII Salão do Livro de Imperatriz. O professor Nonato, dirigente sindical e representante da categoria, compareceu diante do presidente da Academia Imperatrizense de Letras, o imortal Agostinho Noleto, cobrando dele o cumprimento da promessa governamental, já que Noleto é também membro do governo do estado. A resposta dada pelo representante governamental foi evasiva, "vamos esperar a chegada da governadora". Que venha a governadora e responda aos professores, se existe verdadeiramente o vale-cultura, ou tudo não passou de mais uma "ação midiática" do governo sarneysta. De volta ao trabalho!

10 Response to "VALE-CULTURA"

  1. Professor,

    Este slogan tem tudo haver, ludibriar, desviar recursos públicos, nomear capachos na região, censurar livros em enventos literários etc, etc... da muito trabalho a esse governo midiático.
    Como voltaram ao poder isso quer dizer que estão de volta ao trabalho.

    Francisco says:

    Aproveitando a deixa, já tá na hora de alguém entrar na justiça contra aquela propaganda enganosa que passa na televisão. São tantos milhões em investimentos que superam o PIB do Brasil. O engodo está em passar para os desavisados que se trata de recursos públicos, quando na verdade são apenas promessas. Eles sabem produzir falácias como ninguem.

    meu caro Francisco vc está certíssimo eu me junto ao seu apelo, aliás esse dinheiro todo é da iniciativa privada, ou seja, as empresas estão investindo do proprio bolso e não o governo do Maranhão isso é um crime e o judiciário? não vai fazer nada? eu viajo esse maranhão inteiro e ainda não vi nada sendo executado do que foi veiculado na tv principalmente no tocante às rodovias estaduais (MA) continuam esburacadas sem conservação ou reestruturação. Então falar todo mundo faz mas fazer isso é coisa de quem tem vergonha na cara (coisa que falta na maioria dos politicos do nosso estado) eu sou professor e ainda não recebi esse grande presente do Estado um vale-cultura. vou comprar livors sim mas com os meus próprios recusros. No Estado do Tocantins são 150,00 todo ano que os professores recebem para comprarem livros na feira do livro em Palmas.

    Anônimo says:

    e o prefeito e imperatiz nao vai fornecer esse vale livro, everia ffaser os professores da rede necessitam
    raimundo nonato sta rita

    André Santos says:

    Qunto mais propagandas e matérias jornalísticas o governo do estado divulgar, pode ter certeza que são mais mentiras circulando no meio da sociedade. E isso tem que ser denunciado e ess(a)es sem-vergonha(s) desmascarad(a)os. A história do vale-cultura é um exemplo disso. A governadora acha que a única informação que vai chegar ao público é a que contém a mentira, e na cabeça das pessoas fica a ideia de que ela se procupa com a educação e que concedeu o vale-cultura aos professores.

    Anônimo says:

    Não precisamos de mais uma esmola e sim de um vencimento único e digno.

    Perceba que no teu contra-cheque o teu vencimento mensal beira 600.oo reais, o restante como adicionais e gratificações são as variáveis da esmola.

    Isso sem falarmos da assistência médica e odontológica fantasma, para nós e para nossos familiares.

    Para onde vão e para onde retornam os descontos do FEPA e FUNBEN???

    Não somos ilusionistas ou malabaristas de circo para transformar as migalhas do bolo que nos ofertam em moradia, alimentação, saúde, transporte, educação etc.

    It'is a Brasiu ou Brasilsilsilsil!!!

    prof.Borduna Bolchevique

    Anônimo says:

    Curto diálogo entre dois professores:
    -Como vai, tudo bem?
    -Tudo bem...
    -Estás sabendo que a governadora vai depositar na nossa conta 100,00 reais para comprar livros?
    -Que notícia boa, cara colega, minha geladeira está vazia!!!

    padre Paulo Conceição de Andrade

    BLOGUEIRO DE IMPERATRIZ says:

    Professor,

    O Francisco lembrou bem. A Roseana tá abusando. A propaganda institucional não permite imagem de governantes. Nessa questão do vale-livro, desde quando se falou na vinda da Roseana ao Salimp? - Assim, é o próprio Agostinho um engodo.

    Blogueiro de Imperatriz
    blogueirodeimperatriz@gmail.com

    e ainda tem alguem que acredita nas promessas da governadora GOLPISTA.

    Anônimo says:

    Meu camarada, o que sei é que o descontentamento dos vendedores é geral, não existe incentivo de nada, a não ser os velhos 10% de sempre,rsrsrsr!
    Falei com várias pessoas no salão e o que vejo é o descaso com um evento tão formidável,mas pelo que vejo no ano que vem deve se tornar uma coisinha de nada!
    Esperamos que o governo Estadual e Municipal sejam mais atuantes,pois no preço que estão os livros e pelo incentivo que se tem, fica uma dúvida: ou se come ou se lê!?

    Abração

    Carlos Airton

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme