CALÇADÃO

Enéas Rocha nos informa que a prefeitura vai organizar o calçadão, no centro comercial de Imperatriz, com a regulamentação de estacionamento de motos e bicicletas e a retirada de ambulantes. É um problema social grave, quem é ambulante busca a sobrevivência, embora esteja na ilegalidade. A prefeitura poderia montar cooperativas e incentivar a legalização dos comerciantes que assim, sairiam da informalidade. E os ambulantes, serão acomodados onde?
Sobre ambulantes, no início da década de 70 do século passado, em nossa cidade não existia a figura do vendedor de confecções nas calçadas do centro comercial. Isso se deu na metade da década, em função da concorrência entre comerciantes do ramo, que se aproveitaram do excesso de desempregados na cidade e incentivaram o estabelecimento das "bancas" nas calçadas de antigas lojas que haviam fechado com a crise econômica. Perguntem ao Onofre Corrêa, isso é do tempo dele.

1 Response to "CALÇADÃO"

  1. Desde que as regras para abertura de micro e pequenas empresas foram simplificadas, o SEBRAE oferece um balcão de regularização/legalização para ambulantes e autônomos. A pessoa sai dali com alvará, CNPJ, tudo o que precisa. Muito simples, fácil e sem custo algum. É tudo feito no mesmo dia.

    Muitas cidades estão promovendo campanhas para a regularização/legalização do micro e pequeno empreendedor. Até manicure que atende a domicílio pode - e deve - aderir. É o tipo de coisa que é bom pra todas as partes.

    O Bom Dia Brasil fez uma série especial isso, recentemente. Veja o link:

    http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1381581-16020,00-VEJA+O+CAMINHO+PARA+LEGALIZAR+SEU+PROPRIO+NEGOCIO.html

    Seu post é um incentivo, professor. Outros poderiam aderir, não é?

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme