PORTO

Por favor, não me queiram mal. É que tem alguns que acham que eu pego no pé do Pastor Porto. Mas, vamos lá! Ele foi vice por acaso. É fato! Alguém acha o contrário??? Pois bem, o marqueteiro oficial da futura campanha tucano-pedetista, prefere que a dupla Jackson e Porto dispute o governo em 2010. Só que aquele que foi escolhido vice por acaso - na verdade ninguém queria disputar o cargo de vice com Jackson Lago - agora não aceita mais ser companheiro de chapa do "velhinho", preferindo disputar o cargo de deputado federal. É um direito que ele tem, mas que é uma postura invidualista, disso não tenho dúvida. Eu no lugar do Pastor Porto, primeiro largaria esse cargo de assessor da PMI e depois entraria de cabeça na campanha para o governo em 2010 - afinal, ningúem sabe qual o papel que ele desempenha no governo madeirista. Pega mal para um candidato, receber salário e não apresentar resultados para quem lhe paga. Participar de eventos e reuniões ao lado do prefeito, não vale como serviço prestado para a população da cidade. Pronto, falei!

3 Response to "PORTO"

  1. Anônimo says:

    so uma correção,ele é um preteso pastor
    Fabinho

    Acho que para o PASTOR PORTO essa análise não é demérito algum. É uma crítica construtiva, bem melhor que construir carreira em torno de falsas esperanças.

    http://notasjudiciosas.wordpress.com/

    Edson Luís says:

    Sinceramente, não acredito que seja nenhuma surpresa. Todos viram o que o bom Pastor fez com Jomar Fernandes.

    Ganhou qualquer significância política após ser vice de Jomar, depois como foi dito na postagem, Vice - Governo veio -lhe por que era a única opção.

    No momento em que se imagina que o então Vice-Governador mostraria sua gratidão a Jomar ou pelo menos ao PT,ele nos surpreende falando em bênçãos e etc... de um outro político que posso estar enganado, mas que até então nada tinha feito por ele.

    Não sou ParTidário mas acredito que política se faz com seriedade e respeito e fidelidade a princípios como: "Gratidão e que sabe Fidelidade"

    Afinal sei que é o mínimo que se espera de um pastor!

    E mais acredito que é melhor construir uma carreira em torno do que você chama de "falsas esperanças" do que sem esperança nenhuma, sem caráter algum, sem ter nenhuma ideologia para seguir com o plano político.

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme