OPORTUNISMO

Chegou a época da colheita, "das panhas" de votos na região tocantina. E o que mais vemos? Candidatos em situação de exposição explícita - beirando o ridículo - e em algumas situações percebemos que os concorrentes a qualquer cargo fazem qualquer coisa para se destacarem em relação aos simples mortais. Um candidato eterno foi à tribo jogar futebol com indígenas, outro comprou uma casa em Imperatriz e se mudará em breve, outro concede entrevistas diariamente... Nomes que nunca foram ouvidos por estas bandas começam a aparecer na mídia e cada jornalista tem um nome bom, cada vereador tem também os seus, cada presidente de associação também e cada um correndo em busca daquilo que lhe interessa particularmente. A cidade??? Que se exploda!!!

4 Response to "OPORTUNISMO"

  1. ELEIÇÕES, VOCÊ VALE MUITO MAIS


    O voto é obrigatório para quem tem mais de dezoito anos de idade, estabelece a lei, mas a escolha do candidato tem que ser livre, essa é a premissa das Democracias, em tese. Que bom se fosse assim, eleições movimentam a economia das cidades, neste período tumultuado, tudo gira em torno disso e para isso. O povo então terá voz e vez, receberão abraços e centenas de tapinhas nas costas, no final do dia, alguns pobres (espiritualmente) eleitores sentirão lombalgia de tantos abraços fortes e aconchegos de toda ordem.

    É sempre assim, os candidatos prometem tudo, vão desde promessas simples, até: triplicar o efetivo de médicos e profissionais da saúde em um estalar de dedos; construir rapidamente hospitais públicos com licitação (coisa de primeiro mundo) e usarão a terminologia de alta complexidade, está na moda; pavimentarão bairros, onde hoje se quer, passa um pedestre jovem (exemplo: asfaltamento de ruas (vide noticias locais), mudarão acentuadamente a política de segurança pública, comprarão mais centenas de viaturas, coletes balísticos, algemas e irão informatizar todas as unidades policiais, outra vez; farão concurso público para preenchimento de vagas, as velhas promessas de sempre, que não comportam nem uma nova roupagem, como se segurança pública fosse apenas tecnologia e armamento, esquecendo os trabalhadores policiais que impulsionam essa segurança pública estadual caótica e midiática. Os pré-candidatos ao Governo são os de sempre, vira e mexe só muda a ordem na cédula eleitoral, o quê esses políticos profissionais fizeram de bom para o Maranhão, a não ser aumentar significativamente os próprios patrimônios, a exemplo a Governadora do Estado, Roseana com seus discursinhos para analfabetos e ignorantes ou as suas performances de palanque eletrônico, não engana mais ninguém, alias, corrijo, consegue enganar milhares, querem um exemplo? Cadê o reajuste anual do servidor? Direito do trabalhador e garantido na Constituição Republicana.

    Que bom seria, se em vez de bater palmas e aceitar a tudo sem fazer à critica filosófica essencial buscando o questionamento duradouro, perguntassem aos pré-candidatos a todos os cargos:

    1. qual foi a última vez que andou de coletivo?

    2. Quando faz uma viagem interestadual, vai de ônibus ou de jatinho particular ou utiliza aeronave institucional?

    3. Você colocaria um filho seu em uma escola pública estadual ou municipal?

    4. Em uma emergência médica, vai para o hospital público de ALTA COMPLEXIDADE, ou para um particular?

    5. Quem é o patrocinador da sua campanha? E se tem patrocinador, o faz a custa de quê?

    6. É a favor ou contra o nepotismo?

    7. A sua empregada domestica tem carteira assinada? E a mesma trabalha quantas horas semanais?

    8. Quanto gasta por mês com perfume importado, cabeleireiro, academia, escola das crianças e viagens ao exterior?

    9. O salário dos pré-candidatos dá para tudo isso? Ou irá ter prejuízo se forem eleitos?

    10. É a favor ou contra o aborto?

    11. Possui um carro popular ou tem um importado que tem até computador de bordo?

    12. Enfrentaria o seu partido a favor do povo que o elegeu?

    13. Por quê que quando esta na oposição tem uma postura totalmente contrária de quando está na situação?

    14. Utiliza-se de “apoios” de entidades secretas ou Igrejas neo-pentencostais? Dessas que são proselitistas, que querem o convertido a serviço da empresa e dos pastores.

    15. Para Vossa excelência, todos são iguais perante a Lei? Ou, somente para os inimigos os rigores da Lei!

    Veja bem, essa perguntas são difíceis de responder, provocam ira, criam inimizades, afasta-nos. Mas é necessário fazê-las aos Pré-candidatos, o seu voto é livre, se você vendê-lo não terá condições de cobrar amanhã.

    O escritor Português Eça de Queiroz dizia: “os políticos e as fraldas devem ser mudadas freqüentemente e pela mesma razão”.

    José Gomes says:

    Isnande,

    É por isso que a política está cheia de ladrões impondo suas práticas à sociedade.
    O cara esceve um texto desses e não tem coragem de apor o nome.

    Abraços,

    José Nascimento Gomes

    Antonio Carlos Aguiar says:

    Esse é o momento para os profissionais sérios da imprensa, mostrarem aos eleitores quem são os aventureiros da politica, que só aparecem em ano eleitoral, comprando votos e prometendo o que não podem realizar, e muitas vezes ainda contam com o apoio da imprensa que, como os cabos eletorais, recebem para tal fim.

    José says:

    Pois é, o Antonio Carlos tem razão.
    O editor da Coluna Bastidores vive a rezar que a campanha é estadual, portanto, não tem candidatos de fora, já que o candidato é pelo Estado. É puro cinismo. E o compromisso?
    Por exemplo, Luciano Moreira. O que tem esse moço a ver com a nossa região? Mas dizem por aí que ele terá o apoio do ex-prefeito Ildon Marques. Tá explicado, por que o Ildon apoia e o Coló Filho também.

    José Silveira

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme