ESTÁDIO II

Ainda sobre o novo Frei Epifânio da Abadia: a drenagem não funciona, isso ficou claro nos dois jogos; o gramado do lado da arquibancada coberta é pura lama; o operador do placar eletrônico precisa revisar cuidadosamente os textos ali escritos, os erros foram crassos; as cabines de rádio precisam de climatização, Ary Aragão e Marcelo Rodrigues perderam mais líquido do que os jogadores que atuaram 90 minutos; 30% de penetras é o fim da picada, no Maracanã, com todas as gratuidades o máximo que se observa é um escandaloso índice de 25% de cortesias; a calçada ficou uma beleza para as caminhadas; a iluminação precisa de ajustes. Ao final das contas, a direção terá muitos desafios e nós teremos um belo patrimônio a ser preservado. Fim de papo.

1 Response to "ESTÁDIO II"

  1. meus caros fiquemos sabendo que o empresario do crime Edinho do cimento que tantos sabem envolvido com crimes de pistolagem, roubo e assasinatos acaba de receber a alvara de soltura dele e seus badoleiros enquanto um pai de familia agoniza em um leito de hospital em coma sem possibilidade de defender o pão de cada dia do seu filhos e da esposa gravida. e possivelmente invalido pois os medicos acham que o mesmo teve morte celebral ... e enquanto isso o magistrado que permitiu esses alvarás de soltura esta cometendo o mesmo erro que cometeu o o que permitiu a saida do pedreiro serial killer do goias pelo menos esse era doente e se matou! diferente desses que tem inumeros crimes e estão encobertandos, senhores a beneficio de quem o criminoso voltará a calar autoridades,e cidadões que assim o confrontarem justiça no maranhão existe? talveis para o cidadão pra bandido não...

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme