GREVE NA SAÚDE I

Confirmado.
Os servidores da saúde entram em greve por tempo indeterminado na segunda.
O comando de grave convoca os profissionais para se fazerem presentes em frente ao HMI desde às 08 da manhã. A greve é resultado da supensão das negociações com o governo tucano, que depois do pleito dos servidores na ordem de 40%, ofereceu reajuste linear de 5%.
Médicos, enfermeiros, psicólogos, auxiliares e técnicos farão parte do movimento paredista.

9 Response to "GREVE NA SAÚDE I"

  1. Ernesto says:

    Meu caro professor, sua torcida pela caos é muito grande. Você afirma:"Médicos, enfermeiros, psicólogos, auxiliares e técnicos farão parte do movimento paredista".Será?
    Em primeiro lugar o sindicato da Saúde não abriga todas essas categorias, nesse caso seria uma greve de vários sindicatos. Segundo é que existe uma distancia muito grande entre a vontade de dirigentes sindicais e o convencimento dessas categorias para a paralisação. Agora me responda: onde é mesmo nesse país que uma categoria tem conseguido aumentos em negociações salarias acima de 2%? As empresas, o governos estão é negociando redução de jornada para não demitir e ai vem uma direção sindical pelega que nunca reivindicou nada no governo Ildista e agora acha que tem que fazer a "revolução salarial" dos trabalhadores da saúde?
    O governo municipal não pode ceder a essa chantagem, pois se abrir a guarda isso vai virar um efeito dominó,com outras categorias também querendo aumento.
    Outra coisa professor: uma categoria não pode ao primeiro "dá cá aquela palha" cruzar os braços, inda mais num setor tão essencial como a Saúde.Vamos ao diálogo, tão salutar á democracia. ainda é cedo para greve...

    Servidores da saúde.
    Vou desenhar para você entender, precisa?
    A greve foi decretada pelo coletivo, se vai ocorrer, a sociedade saberá.
    Na sec. de saúde existem muitos profissionais de várias categorias.
    O problema é do prefeito, a discussão que ocorreu e que ocorrerá é de responsabilidade das partes.
    Você, como sempre no afã de defender o salário que ganha, me acusa de torcer pelo caos, francamente, o governo de vocês precisa acertar pelo menos uma. Até agora, uma sucessão de erros é o que se presencia.
    Outra coisa, compara os 5 meses da gestão Jomar com os 5 meses da gestão Madeira.

    Anônimo says:

    Esse ernesto tucanão me faz lembrar um lambe botas do néo-liberal-capitalismo.Se fosse um empresário, um pecuarista, um industrial, um homem de bens eu entenderia e ficaria em silencio, mas ernesto vem das camadas pobres da população, das periferias. Como papa angu de carnaval, não sei porque ele pensa assim, traindo suas origens e seu verdadeiro povo!!!
    Meu querido ernesssssto leia O Capital de Karl Marx ou, The revolutionary ideas of Karl Marx. Veja o que é forma-dinheiro, valia absoluta, grandeza do valor...Daqui uns anos vc será um dos nossos!!!
    Um fraterno abraço do,
    Borduna Bolchevique

    Acho greve uma coisa extremamente chique. Acho também um luxo esse negócio de "categoria", é tão inclusivo, comunitário, grupal, etc. Tipo, a pessoa faz parte de "algo", é maravilhoso!!!! Essa é uma das frustrações da minha vida: nunca pude fazer greve, nunca tive tempo, sempre precisei trabalhar desde que eu tinha 16 anos. Por isso acho coisa muito in, só pra gente fina. Tenho a impressão que quem comanda greve é um tipo de ser superior, como quem nem titubeia em passar o recado de posso-cruzar-os-braços-sem-nem-ligar-para-quem-conta-com-meu-trabalho.

    Muito chique.

    josé says:

    Esse Ernesto, não passa de um desonesto.Defender um governo que além de pagar um salário base de de R$ 300,00, ainda cortou o sálário de muitos servidores. Outra coisa Ernesto (desonesto), teu governo é o governo da mudança ele tá aí é pra consertar os erros cometidos pelos seus antecessores. Agora se a mudança é pra pior, com certeza, ele levará a pior mais adiante. Eu mesmo votei nesse governo, pensando que realmente teriamos um governo municipal competente, porém, o que se vê é um governo mediocre. Também digo mais, esse governo é o governo de 04 anos apenas, pois , essa madeira tem cupim e logo vai quebrar.

    Manoel da Cafeteira says:

    O que esse jornalistazinho não entende é que os funcionários da saúde são pessoas competentes, que estão ocupando seus cargos por mérito e, portanto, tem o direito de reivindicar seus direitos. É diferente dele que vive babando o ovo de politicos para ganhar seu sustento e tem que engulir tudo calado.

    O prefeito chamou o comando da greve para uma reunião as 17 horas. A categoria reduziu para 25% o seu pleito. Apesar das declarações em contrário, o movimento balançou as estruturas da saúde na cidade.

    Anônimo says:

    Coisa nenhuma. Essa greve fajuta e intempestiva não foi essas coisas. Lá no Socorrão só o pessoal da limpeza ludibriado pelo sindicato que não disse pra eles que a parte deles já havia sido atendida é que participou em maior número, o restante tava normal. Gente, as lamparinas do juizo de vcs estão apagadas? Onde já se viu isso, 50, 25 % pra qualquer categoria num monento desses? Se fosse para um dissídio eles levariam no maximo 2%. Afrouxa não Madeira!
    Ah, Isnande, vc não tem muita categoria pra apontar nada não. A mémoria do povo é curta mas eu ainda me lembro do Jomar, seu chefe, que num gostava nem de negociar com os sindicatos, humilhou a Euramir mandando o Oliveira e J. de Jesus pra dar "bordoadas!" na coitada. Se fu, pois ela jogou a classe contra ele, um dos fatores que fez com que ele não se reelegesse. Que você me diz? (Arnaldo Monteiro)

    Arnaldo, se a greve é fajuta, não existe a necessidade de você ficar tão nervoso, nem precisaria ser desmentida pelas autoridades da saúde.
    Outra coisa, nobre cidadão, eu sou funcionário público estadual e municipal, trabalho na área da educação e não tenho Jomar Fernandes como meu chefe.
    Parabéns pela defesa do governo tucano.

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme