PISTOLAGEM

Confesso que fiquei chocado ontem enquanto assistia a um programa de TV chamado Conexão Repórter, exibido no SBT. O jornalista Roberto Cabrini exibia entrevistas com pistoleiros brasileiros, peruanos e colombianos, destacando sua capacidade de matar, os preços cobrados e toda sua frialdade em relação aos crimes cometidos. O tema me interessou e acabei me voltando completamente para aquela exibição e eis que de repente, aparece a cidade de Imperatriz, apresentada mais uma vez na mídia nacional como a "capital brasileira da pistolagem". Aquilo foi igual a um soco no estômago, imediatamente lembrei daquele prefeito que criou aquela história do pistoleiro contratado por um certo deputado para matá-lo. Lembram do caso??? Prefeito, deputado federal, Globo, Fantástico, greve de fome. O povo do mal ainda recebe moral...

3 Response to "PISTOLAGEM"

  1. Anônimo says:

    Imperatriz tem muitos títulos como capital da energia, portal da amazonia e muitos outros. Tambem tem muitas qualidades, um povo hospitaleiro e trabalhador, mas infelizmente a violencia é um dos fatores que ainda predominam em nossa cidade. Discordo em se referir Imperatriz como capital da pistolagem. Sabemos que a impunidade ainda existe em nossa princesa do tocantins. São vários casos de crimes bárbaros sem solução, muitos deles com repercussão na mídia e dezenas de outros esquecidos. Tem situações que nao adianta tapar o sol com peneira infelizmente.
    Ivanildo Tavares

    Anônimo says:

    Todo mundo que mora e ama essa cidade, inclusive eu, sente-se indignado com qualquer tipo de cometário que venha a denigrí-la, haja vista que nossa querida Imperatriz só figura em nacionalmente através de suas mazelas, mesmo sabendo que ela tem diversos aspectos positivos que nunca são mostrados por estes mesmos veículos de comunicação.
    Mas não se vê por parte das autoridades políticas, judiciais e policiais o empenho necessário para mudar essa imagem de "capital da pistolagem" que a acompanha a década.
    Se indignar e postar notas na imprensa é fácil, mas trabalhar para mudar esta realidade, poucas pessoas estão dispostas a fazer.
    No Maranhão os poderosos ($$$) fazem as leis, eles decidem deve viver e em quem deve governar.

    MARCELO LIRA

    Chiromo says:

    Matéria tendenciosa e preconceituosa.
    Todos os dias vemos nos noticiários nacionais relatos de crimes de encomenda recorrentes em várias cidades do centro sul do país.
    Existem índices alarmantes de crimes de pistolagem no estado do Pará nas regiões de conflito fundiário e madereiro, que nem são noticiados, passam em branco a nível nacional.

    Parce até que existem interesses políticos por trás destas notícias.

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme