CLÓVES AGUIAR

Foi assassinado por volta das 19 horas o radialista Clóves Aguiar. O crime teria ocorrido em frente à sua residência. O blogue "só falo a verdade" divulgou a nota triste. Veja clicando no link a seguir:

7 Response to "CLÓVES AGUIAR"

  1. Jeová says:

    Isnande, será que refletindo friamente sobre a reportagem do Cabrini le não teria um pouco de razão, a pesar de gostarmos de montão de nossa cidade?
    Acho que fomos muito duro com as criticas e o Vereador Roma tinha razão! o que acha?

    Anônimo says:

    Cadê os que apontaram o dedo pro cabrini, pelo fato de mostrar em rede nacional a "mentira" que Imperatriz seria capital da pistolagem. Uma cidade onde os "poucos" crimes sao resolvidos, solucionados e os culpados sao punidos. Realmente, nossa cidade nao tem nada de capital da pistolagem, é uma injustiça tentar mostrar essa mentira em rede nacional. Voltando a realidade, O crime contra esse pai de familia é apenas mais um entre outras dezenas de outros sem solução. Onde estao as ong´s? a sociedade organizada?, não háverá nenhuma nota de repudio contra mais esse crime? Ah! sinceramente cansei de tanta demagogia, vamos acordar e encarar a realidade de frente.
    Que Deus nos proteja, nos livre de todo o mau que impera em nossa imperatriz.
    abraço a todos
    Ivanildo Tavares

    Anônimo says:

    Em relaçao a esse crime bárbaro em nossa "pacata" cidade, extrai parte de um texto do blog de meu amigo phelippe duarte, onde expoe tudo que a população de imperatriz tem entalada na garganta. segue abaixo:
    Ao ínvés das autoridades,ficarem falando mal de Roberto Cabrini,por ele ter falado a verdade,deviam se juntar,tomar vergonha na cara e sair atrás dos bandidos que matam,roubam,extorquem e causam temor na cidade.Eu não posso ver uma moto a noite,que já começo a rezar,imaginar filme na cabeça...ou é roubo seguido de morte ou morte seguido de roubo. Ou alguém,que você não conhece e apenas tem medo,pela fama que Imperatriz já tem. Imperatriz aparece em nível nacional,há vários anos,por notícias de assassinato. E só. Casos em que até no extinto Linha Direta,a cidade foi destaque. Rídiculo. Ninguém fala da Beira-Rio,assassinada pelo tempo. Ninguém fala do Rio Tocantins,mas peixe morto do que peixe,salvo o por-do-sol. Ninguém fala do crescimento economico,do desenvolvimento agropecuário,dos investimentos no comércio,nas grandes feiras que temos...Não,ninguém fala. Por que não tem como falar. Sempre matam um ser humano. Imperatriz nunca foi tão perigosa. Crimes são encomendados como pizza.

    Roberto Cabrini. Nunca um exagero,nunca premonição,nunca imaginação. O cara só falou,o que a gente não tem coragem de ouvir e aceitar. Claro. É melhor ouvirmos tiros de 38 e aceitarmos bandidos soltos e loucos para usar o disk crime.

    Que Deus tenha piedade de nós.

    Ivanildo Tavares

    o texto completo está em
    http://www.phelippeduartesantos.blogspot.com/

    O Cabrine estava correto? Começo a pensar que sim.

    Meceno says:

    cresci junto do clovis "cachorrão" era meu primo uma perda enorme para o jornalismo imperatrizense e para nós da sua família.

    Anônimo says:

    Mais duas mortes violentas em dois dias em nossa pacata cidade. Ai de quem chama-la de capital da pistolagem, quem ousar vai ganhar protesto nas ruas, nota de repudio e ofensas pessoais. Gente, vamos acordar pra realidade.
    que Deus dê força e conforto para as familias das vitimas.
    Ivanildo Tavares

    Conheci o Cloves na época em que ele ainda trabalhava no Departamento Comercial da TV Mirante, no início dos anos 90. Guardo na lembrança um cara alegre, comunicativo e empreendedor. Tenho acompanhado os comentários sobre a matéria do Cabrini (SBT) e avalio que ele continua tendo argumentos para justificar sua posição.

    jornalista Edvaldo Ferreira
    Brasilia-DF

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme