VILA NOVA

Morador da Vila Nova, o professor Paulo Maciel enviou e-mail aos blogueiros da cidade, denunciando as decisões que foram tomadas pelo diretor de educação do estado em Imperatriz, que retira o Ensino Médio das escolas daquele bairro. A decisão é típica da postura autoritária do grupo sarneysta. A população revoltada, reclama com os diretores das escolas - aqueles que apenas cumprem as determinações dos representantes da governadora na cidade. Na falta de algo novo para apresentar, uma mudança que não se traduz em melhora da qualidade de ensino e que visa apenas criar um a cortina de fumaça em torno da falta de ação.

6 Response to "VILA NOVA"

  1. Essa atitude do secretário é absurda, ele mostra que desconhece a nossa realidade e prova sua incompetência. Sr secretário, não estamos em uma ditadura, V. Sria está conseguindo tornar a vida não só de estudantes mas de várias famílias mais difícil. Se nosso bairro tivessem apenas 30 alunos de ensino médio, ainda assim o governo estadual teria que se adequar e oferecer o ensino obrigatório e facilitado, espero que a governadora retrocesse na sua decisão e não o retrocesso da educação.

    À comunidade do bairro de Vila Nova vai o recado! Temos que nos mobilizar e não deixar que fique em vão essa decisão desgovernada.

    Anônimo says:

    Prof.Isnande
    Bom dia!
    Concordo com a sua opinião e acrescento: Se fosse um gestor com o minimo de sensibilidade jamais deixaria a comunidade sem escolas principalmente de nível médio,
    ( uma conquista dificil) como aconteceu em vários bairros como o Vila NOVA, Vila Lobão entre outros. Os estudantes serão obrigados à se deslocarem para outros bairros A Escola Jonas Ribeiro, tradicional de ensino médio, será uma Escola Militar de nivel fundamental, fruto de devaneios do Getsor Regional, Agostinho Noleto e do estadual César Pires. A Escola Estado de Goiás, ( Av. Dorgival Pinheiro) berço de formação de muitos profissionais lberais e de autoridades constituidas: prefeito, vereadores, etc, também perdeu o Ensino Médio matututino e vespertino. E agora os alunos ficam perambulando em busca de vagas em outras escolas. Essa "reforna da educação" está causando revolta e consequentemente o adoecimento de professores e pais de alunos por causa do estresse e angustia . Todos estão desalojads e a mercê da boa vontade do Estado em viabilizar vagas p/eles.
    A ampliação do ensino médio em Imperatriz, foi uma ardua batalha e agora vem Agostinho Noleto e retira essa conquista.
    Que gestor é esse?

    Anônimo says:

    É de impressionar cada cidadão imperatrizense as atitudes do Gestor da Educação Estadual da nossa cidade,será que o César Pires concorda com estas "maluquises" e a Governadora com um índice de rejeição de mais de 80% será que quer aumentar estes números? eu não acredito que um governo de pessoas tão inteligentes e cheias de planos possa ter no seu meio alguém tão sem noção do que faz.Seria importante saber por que estas mudanças estão ocorrendo somente na regional de Imperatriz? quem assinou tudo isso? ou será que voltar ao trabalho é fazer o que se quer e sem ordem de hierarquia.Vamos esperar e ver no que vai dar!

    Profº Antônio Carlos

    Desde quando essa oligarquia – representada, no governo, por Roseana - quer povo educado, consciente e informado? Basta ver a contribuição de suas gestões passadas para a educação: deixou 159 municípios do nosso estado sem nível médio de ensino e conseguiu a façanha de inaugurar três escolas.
    Além do mais, nomeia para gestor regional um subserviente e incompetente Agostinho Noleto da vida, cidadão sem nenhum prestígio. Basta ver a sua trajetória política. Portanto, para mudar este quadro, só temos uma saída: dizer não a esta oligarquia decadente e cruel.

    Meceno says:

    eles não são incompetentes, eles são muito bem competentes, só que sua competência é punir o nosso povo por não querer mais esta oligarquia no poder, por isso, fazem atrocidades como essas, este ano vamos dizer não ao atraso e vampirismo desse grupo. Aproveitem porque o poder é Efêmro, e o tempo de vocês está acabando e ano que vem com um governo popular de verdade os estudantes vão assistir suas aulas em seus bairros como foi até dezembro de 2009. povo não esqueça dessas atrocidades em outrubro!!!

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme