MANÉ DA CONCEIÇÃO


O líder Manoel da Conceição, o popular Mané foi homenageado com um almoço, sábado, 24, realizado no Centro de Educação e Cultura do Trabalhador Rural (CENTRU), por seus familiares, pelos companheiros da coligação "Muda Maranhão", membros e candidatos petistas e os movimentos sociais. Mané da Conceição, o mais antigo fundador do PT e primeiro secretário agrário nacional, tem uma história de luta em prol da melhoria da classe trabalhadora rural há mais de um século. Durante todos esses anos enfrentou todas as mazelas índignas de um ser humano, contudo nunca desistiu de sua caminhada nessa luta regada a sangue e torturas. Ladeado por nomes relevantes na manifestação do combate á repressão da classe proletariada e da presença da imprensa, o aniversariante discursou: "quero um país democrático onde todos tenham direitos iguais, porque esse sistema capitalista só é democrático pra uns, a classe proletariada ainda não foi contemplada com essa democracia, mas a luta continua e se renova a cada dia, e não são os meus 75 anos que vão me fazer parar, enquanto eu viver vou lutar pelo empoderamento do trabalhador rural", defendeu Mané emocionado. Numa cerimônia amigável no auditório do Centru, os candidatos a sendores Adonilson Lima e Zé Reinaldo, a candidata a vice Miosótis Lúcio, Flávio Dino e o candidato a deputado federal Domingos Dutra reafirmaram a aliança e força que tem o proletariado, e em seus discursos expressaram sobretudo admiração pela história de coragem e força de Mané, e mostraram que suas expectativas estão harmonizadas.
Adonilson Lima, filho de camponeses e engajado nessa caminhada desabafou:"temos de mudar essa situação, a classe trabalhadora tão sofrida não pode continuar vivendo sob o jugo das oligarquias das quais o estado sempre foi vítima. Como Mané falou, em 1965 ele acreditou que Sarney poderia construir um Maranhao diferente do de Vitorino Freire, no entanto, Sarney tornou-se um ditador e aprisionou o Maranhão às suas grades assassinas, e até hoje vem roubando a dignidade e a esperança das pessoas. Mas movidos pela persistência e fé de Manoel, e a união de todos que aqui estão engajados com um único objetivo, a luta do proletaridado se renova".
Depois do agradecimento de Mané, "oração latina" cantada por Bira do Pindaré arrancou de todos muita comoção. Mãos ao alto e lágrimas acompanharam a poesia do maranhense César Teixeira. "Esta nova oração é uma canção de vida pelo sangue da ferida no chão que não cicatrizará, nem tampouco deixará de abrir a rosa em nosso coração, e diga sim a quem nos quer abraçar, mas se for pra enganar, diga não".

1 Response to "MANÉ DA CONCEIÇÃO"

  1. Anônimo says:

    Manoel da Conceição além de ser um homem de luta é também um ser humano único. Parabéns Manoel e que seu exemplo de vida e de luta seja referência para aqueles que ainda estão no inicio da caminhada!

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme