LEGISLATIVO

A eleição e o mito da independência entre os poderes republicanos foi por terra mais uma vez na de Terra de Frei Manoel Procópio do Coração de Maria. Quando o vereador Rildo Amaral - PV deixou de ser um mero aspirante ao cargo de presidente do legislativo local e conseguiu arregimentar apoio entre os seu colegas de parlamento, acendeu a luz amarela no Palácio Renato Moreira - o Palácio Branco. Em alerta, o comando do executivo da cidade disparou torpedos em direção aos chamados "infiéis", com o intuito de enquadrá-los na orientação do "grupo prefeitural" - como diria Juredo. O que aconteceu em seguida, todos conhecem: o esvaziamento da candidatura de Rildo Amaral. E no caso da adesão de um grupo de vereadores à candidatura governista, o legislativo foi independente? Como posso acreditar em equilíbrio entre os poderes? Só acreditarei em independência, quando alguns vereadores, romperem unilateralmente contratos de aluguel de caminhões, caçambas, tratores e prédios que possuem com a prefeitura de Imperatriz. Quem se habilita?

0 Response to "LEGISLATIVO"

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme