DIA DOS PROFESSORES

Dia 15 de outubro é o dia dedicado às homenagens aos professores, como comemoramos também o dia da padroeira da nossa cidade, os professores acabam ficando em segundo plano. Esse dia deve ser mais de reflexão, já que temos pouca coisa a comemorar, pois o estado brasileiro não trata o professor como trata os militares das forças armadas, os trabalhadores do judiciário, os funcionários do poder legislativo, os policias federais... dentre outros. A sociedade brasileira precisa elevar o status do professor, precisamos transformar a carreira de professor em carreira de estado, com concursos federais, com escolas federais e plano nacional de carreira. Sem isso, a educação continuará sendo um paliativo - com professores com pouca qualificação técnica, com jornadas excessivas de trabalho e com salário pouco atrativo. Educação integral, salários dignos e formação continuada de professores, disso precisamos urgentemente. Um dia alcançaremos as metas do Educacionismo.

2 Response to "DIA DOS PROFESSORES"

  1. É verdade. A sociedade infelizmente não valoriza seus mestres, principalmente aqueles das séries iniciais, as mais importantes no contexto educaional. A tia ganha pouco e precisa trabalhar dois turnos na escola, um turno como doméstica em casa e a madrugada para planejar e corrigir tarefas.

    ETEVALDO LIMA says:

    Sou Professor

    "Sou professor a favor da decência contra o despudor, a favor da liberdade contra o autoritarismo, da autoridade contra a licenciosidade, da democracia contra a ditadura de direita ou de esquerda.
    Sou professor a favor da luta constante contra qualuqer forma de discriminação, contra a dominação econômica dos indivíduos ou das classes sociais.
    Sou professor contra a ordem capitalista vigente que inventou esta aberração: a miséria na fartura.
    Sou professor a favor da esperança que me anima apesar de tudo.
    Sou professor contra o desengano que me consome e imobiliza.
    Sou professor a favor da boniteza de minha própria prática, boniteza que dela some se não cuido do saber que devo ensinar, se não brigo por este saber, se não luto pelas condições materiais necessárias sem as quais meu corpo, descuidado, corre o risco de se amofinar e de já não ser testemunho que deve ser de lutador pertinaz, que cansa, mas não desiste."

    Paulo Freire - Pedagogia da Autonomia

Tecnologia do Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme